domingo, 13 de setembro de 2015

Dica Otaku - Ore Monogatari!! - My Love Story!!

Oi, gente!

Eu já assisto anime há muito tempo e vou dizer que, em meio a tantos e tantas opções de anime, nem sempre é fácil achar bons animes de verdade. Tem que separar o joio do trigo. É tanto clichê, tanta história repetida e mais do mesmo que quando surge um anime com uma proposta diferente, me sinto extremamente feliz e aliviada que ainda tenha boas histórias sendo criadas nesta indústria. E é por isso que vou falar hoje de Ore Monogatari ou My Love Story.


Essa é a história de Takeo Gouda, aluno do primeiro ano do Ensino Médio que é aquele cara que não tem a aparência física mais bela do mundo, mas compensa em extrema simpatia, além de ser alto. MUITO alto. Mas muito alto mesmo. Como todo garoto adolescente não provido de beleza, ele já foi muito rejeitado por garotas que ele gostava e, tristemente, já estava até acostumado com a situação. Em contrapartida, temos seu melhor amigo, Makoto Sunakawa, que é praticamente todo o oposto de Takeo: bonitão, muito discreto e na dele e com muitas garotas caindo de amores por ele.

Um dia, voltando pra casa de metrô, Takeo e Suna (como ele é chamado no anime), se deparam com a cena nojenta de um tarado assediando uma garota, que estava em pânico e em choque pela situação, sem saber o que fazer. Takeo imediatamente vai pra cima do tarado e o imobiliza facilmente e o leva pra polícia, juntamente com a garota e seu amigo Suna.

Com a situação resolvida, a garota, Rinko Yamato, está muito feliz e agradecida pelo ocorrido e promete trazer em agradecimento, docinhos feitos por ela, que tem uma mão cheia para doces.

Ao se encontrarem novamente pra conversarem e comerem os docinhos, Takeo já está apaixonado por Yamato, mas ele acha que ela gosta de Suna, o que é muito comum, já que todas as menininhas se apaixonam pelo bonitão. Mas não, meus queridos, não é pelo Suna que Yamato está dando mole (e ela dá MUITO mole). Só que o Takeo já está tão traumatizado e acostumado a ser dispensado pelas garotas bonitas que se apaixona, e na cabeça dele, Yamato só pode estar apaixonada por Suna e não por ele.

Isso tudo  já acontece no 2º episódio e vou dizer que já estava achando que iria ser aquela enrolação sem fim de anime de romance só pra rolar uma declaração e quase já larguei o anime de mão. Sério, estou muito cansada de clichês de todos os gêneros no anime.

E foi com um respiro de alívio e de surpresa que, não! O anime não vai ser essa enrolação toda! Essa parte eu não sei se pode ser considerada spoiler ou não, já que acontece logo no 3º episódio. Mas fica já de aviso. Suna, que é bem mais observador que seu amigo Takeo, já tinha sacado que Yamato gostava de Takeo, que simplesmente não conseguia perceber isso. Então Suna armou uma situação no qual Takeo estava escondido no quarto do amigo e chamou a Yamato para conversar. Nesta conversa Suna conseguiu arrancar uma declaração de amor de Yamato para Takeo. Só ouvindo a declaração para Takeo conseguir acreditar que uma menina bonita e delicada fosse gostar de verdade do gigante esquisitão. E assim, eles começam a namorar!

Sim, eles ficam juntos já no terceiro episódio. E o anime agora vai focar na relação dos dois, que são extremamente tímidos e não sacam nada de namoro. E descobre-se também que Takeo tem mais admiradoras do que ele imagina.

Esse anime é do estilo que mais adoro, slice of life, que mostra também algumas situações do dia-a-dia, que muita gente já viveu ou vai viver um dia. É muito gostosinho assistir esse anime, pois é bem engraçado e você torce muito pelo casal.

cosplay PERFEITO de Ore Monogatari

Recomendo demais que assistam esse anime. É muito divertido, leve e sai um pouco daqueles "romances" japoneses que ficam quase que eternamente platônicos, sem ninguém se declarar pra ninguém e fica naquele chove-não-molha interminável.

E aí, gostaram? Já assistiram? Qual anime de romance te deixa maluca de frustração? Conta aí!

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Utilidades de cozinha - Panificadora Mondial

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Eu sei que tô sumida, mas a vida é assim, cheia de atribulações. Mas quando rola de ter um tempinho e inspiração pra escrever, volto aqui pro blog.

Ultimamente não estou lá muito focada em assuntos de beleza. Não compro maquiagem faz um tempo, pois já tenho tudo que preciso e mais um pouco. Tenho comprado apenas o que uso no dia a dia, como sabonetes, shampoos, hidratantes e itens desse tipo.

O que tem feito minha cabeça mesmo são coisas pra casa e roupas de academia (este último fica pra um outro post).

Um tempinho atrás eu estava comprando loucamente tudo que fosse relacionado a cozinha. Agora estou mais calma porque já comprei praticamente tudo da minha wishlist. Depois de várias compras elegi quais são os meus itens de cozinha preferidos e que não consigo mais viver sem.

Panificadora Mondial



Essa compra lembro que fiz sem dar nada por ela, achando que iria utilizá-la poucas vezes. Ledo engano. Depois que você entra no maravilhoso universo dos pães caseiros, é um mundo sem volta. Você não vai querer tão cedo saber de pão industrializado cheio de conservantes (no máximo, de vez em quando, um pãozinho de sal/francês que acabou de sair do forno...hum...).

Ela é muito fácil de usar e todos os pães que fiz nela ficaram maravilhosos. É só você colocar no ingredientes na máquina, programar que tipo de pão você quer e ligar. O resto a panificadora faz sozinha: ela sova, deixa a massa descansar e assa. Aí é só alegria. Ela tem outras funções como fazer geléias, só sovar a massa, fazer bolos (alguns ficam bons outros não), mas ela brilha mesmo é com seus pães fresquinhos e perfeitos.

Tenho usado dia sim dia não. Assim que o pão acaba boto pra fazer um novo. Tem pão fresquinho sempre aqui em casa. Além de ser uma economia enorme, já que comemos pão integral, que está um absurdo de caro no mercado e o sabor ser bem aquém de um pão integral feito em casa.

A máquina da Mondial tem funcionado bem. Me incomoda um pouco o fato de, no segundo mês de uso, o bowl onde põe os ingredientes não está encaixando tão bem quanto no começo, o que faz ela ficar barulhenta ao sovar a massa, já q o bowl fica meio solto dentro da máquina, batendo nas laterais da panificadora enquanto sova. Mas tirando isso ela tá funcionando muito bem e não falta pãozinho aqui em casa.

Comprei nas Americanas em julho de 2014 por R$ 237,89.

E aí gostaram? Tem uma panificadora? Conta aí!

domingo, 5 de abril de 2015

TAG Maquiagem 5 minutos

Oi, gente!

Fazia muito tempo, pra falar a verdade, fazia muitos ANOS que eu não gravava vídeo nenhum. A minha câmera antiga não estava funcionando direito, o que me desanimou muito a fazer conteúdo em vídeo pro blog.

Passou-se o tempo, comprei uma câmera nova e agora que tive coragem de retornar com algum vídeo pro blog, porém como essa é a primeira vez que tento fazer vídeo, alguns problemas surgiram como a questão da iluminação, ajustar as configurações da câmera, ajeitar o fundo, etc. Ajustes serão feitos pra tenta melhorar a qualidade para os próximos vídeos, mas por enquanto é o que tem pra hoje.

G

Achei esta TAG divertida e foi um bom teste pra ver se dá pra se virar em tão pouco tempo. Usei apenas os meus cosméticos orgânicos/naturais e no vídeo tem o nome dos produtos usados.

Quem quiser fazer a TAG também, sinta-se livre pra isso e me manda o vídeo pra ver, Ok?

Espero que tenham gostado. Beijos!

domingo, 22 de março de 2015

Dica Otaku - Animes Preferidos do 1º trimestre de 2015

Oi, gente!

Desde ano passado tenho assistido muito mais anime que o normal. Eu peguei um PC antigo meu, instalei na TV da sala e é só sucesso. Muito anime e muito Netflix o tempo inteiro. Antes eu desanimava de assistir anime porque tinha que assistir no computador de trabalho e nunca será tão confortável quanto assistir na TV na sala, né?

Vou indicar aqui alguns animes que assisti bastante este ano (e alguns do ano passado também, porque não?) que são extremamente legais.


Parasyte


Quando li o primeiro plot deste anime, achei que seria meio besta e infantil, mas está longe disso. Uma espécie alienígena que se assemelha com pequenos insetos ou esporos de plantas usam os seres humanos como hospedeiros. Eles penetram pela pele e seu objetivo é chegar no cérebro humano e dominá-lo. E foi o que quase aconteceu com Shinichi Izumi, um rapaz meio banana de seus 16-17 anos. Quando a criatura penetrou em seu braço e ele viu que estava "subindo" pra algum lugar, ele amarrou seu braço bem apertado (igual quando a gente vai tirar sangue) e a coisa parou. Só que esse ser, como não conseguiu chegar no seu objetivo, "dominou" o braço direito de Shinichi. Eles acabam tendo uma relação estranha, uma certa parceria para sobreviverem as adversidades que ocorrem quando esta nova raça de seres chegam e dominam alguns humanos. Tem bastante drama e suspense, já que eles tem que tomar muitas decisões acerca dos novos humanos dominados e também com seus familiares e amigos.


Shirobako


Não sei se esse toooodo mundo vai gostar, eu curto muito porque me identifico um pouco por causa da minha profissão, que é ilustradora, mas acredito que qualquer pessoa que gosta e tem curiosidade sobre o mundo da animação vai curtir.
Shiro Bako mostra o dia a dia de um estúdio pequeno de animação, a Musashino Animation, e o caminho profissional de 5 amigas de ensino médio que tem o sonho de trabalhar com animação, cada uma em uma área específica: ilustração, 3D, roteiro, dublagem e supervisão.
Interessante é que, ao pesquisar um pouco sobre este anime, descobri que muito dos personagens da série são inspirados em pessoas reais da indústria de animação japonesa. Cliquem aqui e vocês verão algumas imagens, como a mostrada abaixo, de personagens do anime e da vida real.

Koufuku Graffiti

Não assista este anime se você estiver com fome, você vai passar mal, sério!
Este anime conta a história de Ryou Machiko, uma menina de ensino médio que mora sozinha porque os pais trabalham no exterior e ela se sente muito, mas muito solitária. Ela é uma incrível cozinheira, faz comidas maravilhosas, mas por estar tão sozinha, ela não sente o prazer de aproveitar uma boa refeição ao lado de uma boa companhia. Até que sua prima do interior começa a ir algumas vezes na semana pra sua casa por motivos de estudo e sua solidão cessa e sua habilidades culinárias são mostradas com maestria. Agora Ryou se sente mais feliz por ter companhia e assim ela aproveita melhor os deliciosos pratos que ela faz. Acho legal abordar esta questão do sentimento humano com a comida. Já comeu alguma coisa que é realmente gostosa quando estava se sentindo triste? Não é super sem-graça? O anime aborda muito isso. Só que você precisa assistir este anime comendo alguma coisa ou de estômago cheio, porque você estará assistindo literalmente a pornografia culinária (food porn, para os íntimos). Quando você acaba de ver o anime, tu fica aguando de tanta vontade de comer algo extremamente gostoso.

Your Lie in April
Prepare seus lencinhos, você vai chorar litros. Desculpe, mas não consegui achar a abertura deste anime no Youtube, então coloquei uma performance de uma das personagens principais da série. Começa nos 27 segundos.

Arima Kousei era um incrível pianista infantil. Após a morte de sua mãe, que também era sua professora de piano, ele teve um colapso nervoso durante sua última apresentação e não conseguiu mais tocar piano desde então. Até que ele conheceu Kaori Miyazono, uma violinista de personalidade impetuosa e bem "pra frente", que estimula (pra não dizer empurra) Kousei a voltar a tocar piano, porém com uma abordagem diferente, mais solta e menos técnica.

O anime é lindo, com muitas músicas clássicas e momentos de comédia e tensão. É uma série curta, com 22 episódios, mas que vai fazer você colar no sofá e chorar sem dó.


Sword Art Online


Este já é do ano passado, mas vale a indicação. Você conhece Oculus Rift, aquele óculos que tenta de botar num jogo de um jeito mais realista? Basicamente, no anime, eles possuem um Nerve Gear, que seria um óculos/capacete que leva sua mente para um jogo virtual, trazendo total imersão para o jogador. Um dos jogos com esta tecnologia é o Sword Art Online, um MMORPG de lutas de espadas que era lançamento no Japão. Muitos jogadores compraram o jogo na estréia e assim entraram no mundo virtual, porém algo muito inesperado aconteceu. O criador do jogo mudou a estrutura de Sword Art Online, não permitindo que seus jogadores pudessem sair do jogo, suas vidas não seriam infinitas, como na maioria dos jogos de RPG, e teriam uma única vida, e se você morresse dentro do jogo, você morreria na vida real, já que sua mente estaria morta. Para sair do jogo, é preciso zerá-lo. Só que vocês sabem como é RPG né? Um milhão de fases e mundos e não morrer num mundo assim, com apenas uma vida, é realmente difícil. Isso torna o anime extremamente interessante e tenso, já que eles realmente estão jogando por suas vidas.

Sword Art Online se tornou um anime extremamente popular e teve algumas temporadas, mas eu mesmo só curti a primeira e a segunda. Comecei a ver a terceira, mas acho que o anime perdeu a mão, sabe? Os personagens novos que surgiram são massantes e a ação que tinha nas primeiras temporadas nem se compara... Assista sem medo a primeira e a segunda temporada (as temporadas estão com histórias bem fechadinhas) e as outras temporadas assista por sua conta em risco...

Estas são minhas indicações do momento. Eu tenho mais, mas o post ia ficar gigante.
Espero que tenham gostado.
Quais animes vocês estão assistindo? Conta aí!

sábado, 14 de março de 2015

BB Cream da Cativa Natureza

Oi, gente!

Estou super animada para falar deste produto. Recebi da marca Cativa Natureza o primeiro BB Cream natural brasileiro com bons ingredientes.

Há muito tempo atrás eu testei um BB Cream daqueles coreanos, só que não curti nada pois ele não se adaptou ao meu tom de pele, me deixava super branca, aí deixei encostado (ou dei pra alguém, não lembro)... Mas fiquei extremamente feliz que a experiência com esse BB Cream da Cativa foi mais que positiva.


O BB Cream da Cativa é 6 em 1: hidrata a pele, tem ação anti brilho, suaviza imperfeições, possui ação antioxidante, uniformiza a pele e protege dos raios UV (tem fator de proteção 20).

A embalagem vem com 30 g. Pra mim, que não uso BB Cream ou maquiagem em geral no dia-a-dia, só de vez em quando, vai durar horrores, mas acho que quem precisa usar todo dia talvez não tenha um rendimento tão grande.


 O BB Cream tem ingredientes como Café Verde, Buriti e Physalis e extrato de Aloe Vera. Ingredientes ótimos, hidratantes e anti oxidantes para pele.


 Achei a embalagem bem interessante, pois ela tem uma tampa inteligente, na qual você gira a tampa do produto para um lado e sai um tanto de produto, que é suficiente pra ir passando aos poucos no rosto.


O BB Cream tem essa cor levemente rosada, mas não se assuste. Passe no rosto, espalhe bem e espere alguns minutinhos que você perceberá que o creme se ajustou perfeitamente a pele. Não fica esbranquiçado ou rosado, fica na cor certinha da sua pele. De acordo com a Rose, a dona da marca Cativa, o BB Cream se ajusta bem a peles negras também. Super versátil.

O produto tem um cheiro que me lembra um pouco argila molhada. Faz um pouco de sentido, já que a fórmula tem argila. Não incomoda, o cheiro some super rápido.

A sensação na pele é ótima. Fica sequinha, não escorre, deixa uma sensação aveludada no rosto e é extremamente confortável. Você até esquece que passou algo no rosto.


Ao aplicar, passe aos poucos o produto em partes do rosto e espalhe rápido, pois o produto tem secagem acelerada e recomendo aplicar com os dedos mesmo, pois esponja ou pincéis vão desperdiçar produto.

Atentem-se ao fato que é um BB Cream, não é uma base, não vai fazer milagre nem vai te deixar com cara de boneca de porcelana. É um produto multi-funcional que ajuda a uniformizar a pele, reduz vermelhidões e diminui algumas imperfeições e é isso. Quer cobertura mesmo, tem que comprar base.


Mas se você é do tipo que não precisa ou nem gosta de usar muita maquiagem e quer um efeito mais natural, invista no BB Cream da Cativa. Com mais alguns toques de maquiagem, seu rosto vai ficar mais bonito, porém sem o efeito artificial de uma base de alta cobertura.

Na foto acima da maquiagem completa, eu usei os seguintes itens:
E foi isso! Com pouca coisa, já dá pra ficar com a cara mais arrumadinha sem ficar com visual pesado.

Super recomendo a todos este produto e agradeço a marca Cativa por dar esse passo para a maquiagem cosmética, pois é triste termos que depender de marcas importadas para termos cosméticos naturais de qualidade. É uma maravilha podermos comprar cosméticos de qualidade no próprio país, sem necessitar importar (ainda mais com esse valor do dólar na extratosfera).

O BB Cream da Cativa pode ser encontrado nas loja virtual por R$ 74. 

E aí, gostaram?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...