sábado, 10 de dezembro de 2016

Utilidades de cozinha - Air Fryer

Oi, gente!

Eu sou a louca dos utensílios de cozinha. Sempre que tem alguma coisa diferente, eu tenho que me segurar muito pra não comprar. Se eu pudesse, abarrotava a cozinha com trecos de cozinha, só não compro por falta de espaço (minha cozinha é um ovo).

Ano passado, na última Black Friday, adquiri um eletrodoméstico que foi a melhor compra que fiz. Comprei uma AirFryer da marca Mondial (igual a da foto), conhecida também como fritadeira sem óleo.

Eu sempre ficava na dúvida se comprava este eletrodoméstico, porque já tinha visto pessoas que amavam e outras que odiavam. Minha tia já tinha uma AirFryer e falava que era só maravilhas e que dava pra fazer tudo nela, desde aperitivos, como batata frita, a carnes. E um colega do meu marido falou que Air Fryer só serve pra fazer batata frita. Resolvi botar a prova e comprar a fritadeira.

E foi só alegria. Dá pra fazer de tudo com ela. Já fiz doces (pastel de belém, banana frita, cupcake, churros), carne assada, coxa e sobrecoxa de frango assado, asinha de frango frita, linguiça, peixe no alumínio e a clássica batata frita e batata doce frita. Pouquíssimas coisas dão errado na AirFryer. De tudo que já preparei, a única coisa que não amei muito são os empanados (ficam um pouco ressecados para o meu gosto).

Acho prático também porque ela tem um timer sonoro que te avisa quando está pronto, Você pode largar o alimento lá e fazer outras coisas. Claro que isso vai depender do preparo. Se for batata frita ou algo que tenho em muita quantidade, você vai ter que sacudir a cuba umas duas ou três vezes para o ar quente assar todos os alimentos por igual.

A cuba se divide em duas partes: a cuba em si e uma cuba-grelha, toda furadinha, onde fica os alimentos. É por ali que o ar passa rapidamente por todas as direções, cozinhando o alimento. Dependendo do quanto de gordura que tem a comida, vai soltar a banha toda, que vai ficar depositada na cuba, sem tocar o alimento, que está na grelha.

Pra lavar, é só jogar detergente e passar a esponja macia, pois a estrutura é anti aderente. Como já tenho a minha já faz mais de 1 ano, o material antiaderente já deu uma soltada. Se tiver muito óleo na cuba, aconselho a jogar fora esse excesso, colocar água com detergente líquido e deixar de molho por um tempinho.

Ela vem com um livrinho de receitas, mas indico visitarem o site Fritadeira sem Óleo. É um site especializado em receitas pra Air Fryer. O dono do blog cria e adapta muitas receitas pra fritadeira e não teve uma receita que não fique uma delícia.

Churros na AirFryer - foto do site Fritadeira sem Óleo
O preço da Air Fryer varia de R$ 250 a R$ 400. Tem que dar uma pesquisada pois varia muito de loja pra loja. Indico o site Zoom para compras online. Lá você consegue ver a alteração de preço mês a mês e também pode pedir pro site te avisar quando tal produto está com o preço do jeitinho que você quer.

E aí, gostaram? Tem uma airfryer? Ou está na dúvida se compra ou não? Conta aí!

domingo, 4 de dezembro de 2016

Organic Shea Nut & Rosehip Lip Formula da Neal's Yard Remedies

Oi, gente!

Tudo bem? Não morri não, viu?

Esse ano fiz a minha primeira viagem internacional. Fui pra Londres em setembro e foi a viagem mais incrível que fiz até agora. Espero ter mais experiências como essa novamente.

No segundo dia de viagem, eu já estava com muita dor nas costas. Longas caminhadas estavam acabando comigo. Tanto que este dia iríamos passear mais a tarde, porém não aguentei e tive que voltar pro apartamento pra descansar um pouco e tomar um relaxante muscular.

Antes de voltar pra casa, me deparei com uma loja de produtos orgânicos e naturais que já conhecia por nome, pois costumava seguir algumas blogueiras naturais do Reino Unido, mas nunca tinha testado nada, pois não tem loja por aqui, só lá na Inglaterra. A Neal's Yard Remedies.



Lá comprei dois itens: um lip balm e um bálsamo tipo Gelol que tem sálvia e arnica na fórmula e que me ajudou a aliviar um pouco a dor nas costas. Mas hoje vou falar do lip balm.



Este lipbalm tem ótimos ingredientes. Óleo de coco, óleo de rosa mosqueta, óleo de abacate, óleo de lavanda. Tudo que faz bem e hidrata.

O perfume predominante é de flores: lavanda e rosas. Mas acho que o cheiro de lavanda mais forte do que o de rosas.

A textura é daqueles lip balms sequinhos e não é melequento. Lembra aquele lip balm da EOS. Bem simples, sem nenhum corante ou algo do tipo. Só as ceras e óleos.


O que acaba com ele é o preço. Não é dos preços mais amigáveis, até pros padrões ingleses. Lembro que custou 7 libras e isso, em reais, é muito dinheiro (não quero nem converter pra não ficar deprimida). Mas não me arrependo nem um pouco de ter comprado, pois é o tipo de produto que vai durar eras e não vai estragar por falta de uso. Lip Balm é um dos poucos cosméticos que consigo usar até acabar.

O site da Neil's Yard tem venda online, porém acredito que a entrega internacional seja o preço de um rim. No caso de alguém quiser comprar no site, clique aqui. Se você tiver alguém que possa enviar para você lá do Reino Unido ou que vai viajar pra lá, é uma boa pedir pra trazer na mala que sai mais barato.

E aí, gostaram? Vocês tem algum cosmético caro que não se arrepende de ter gasto seu rico dinheirinho? Conta aí!

sábado, 6 de agosto de 2016

Dica Otaku: Toradora!

Oi, gente!

Quanto tempo!! Minha vida está um pouco atarefada e o blog, como sempre, acaba esquecido. No meu pouco tempo livre que tenho, gasto assistindo séries, filmes e animes. Principalmente animes.

Fiz uma assinatura no Crunchyroll, que seria uma Netflix de animes. Não chega a ter um sistema tão excelente quanto o Netflix, mas dá pro gasto. Acho que pago 15 reais por mês e pra mim, vale a pena, pois tem bastante novidades.

Não me lembro onde vi, (não sei se foi no canal Glass Reflection ou no Noticias Anime United) mas indicaram este anime e quando vi na parte de animes mais populares do CrunchyRoll, resolvi assistir.


Toradora é um anime baseado numa light novel de 25 episódios que foi exibido entre 2008-2009. O anime começa com um plot levemente clichê de triângulos amorosos com outras personalidades igualmente clichês.

Um garoto do 2º ano do Ensino Médio, Ryuji Takasu, é um bom menino. Gentil, educado, levemente tímido, estudioso, bom filho, adora afazeres domésticos(!!) porém o grande "problema" é que ele herdou de seu pai uma aparência de "deliquente". Ele tem um olhar de mal-encarado, o que afasta algumas pessoas.

Em contrapartida, temos Taiga Aisaka, conhecida na escola como "Tigre de Bolso", em referência ao nome dela que soa como Tiger, em inglês, e pelo fato dela ser o perfeito estereótipo de baixinha invocada.

Taiga gosta do melhor amigo de Ryuji, Yusaku Kitamura, que é representante de sala e bem popular entre todos. E Ryuji gosta da melhor amiga de Taiga, Minori Kushieda, garota esportista, muito esforçada, meio doidinha e extremamante alto-astral.

Os caminhos da baixinha invocada e do cara bonzinho com fuça de delinquente se cruzam quando Taiga decide escrever uma carta de amor para Kitamura, porém bota a carta no armário escolar errado, sendo este o de Ryuji. Ao encontrar a carta só em casa, ele tem sua residência invadida por Taiga para recuperar a carta, porém ela lida com tudo de maneira BEM violenta. Após conseguir acalmá-la, Ryuji fala que vai ajudá-la a conquistar Kitamura. E em algum momento da conversa, ele revela que gosta da melhor amiga de Taiga, e esta diz também que irá ajudar Ryuji a conquistar Kushieda. E assim começa a relação dos dois personagens.



O que gostei desse anime foi a incrível evolução. Pra mim, começou muito estereotipado. Menina tsundere (personalidade que é inicialmente agressiva, que alterna com uma outra mais amável) junto com menino capacho. Começou engraçadinho, bem comédia mesmo, mas o primeiro episódio ainda não tinha me conquistado. Continuei porque não tinha nada melhor pra ver, mas ainda bem que persisti.

A comédia começa a ficar mais comédia romântica e os personagens são melhor apresentados, mostrando seu pano de fundo, família, amigos, etc. Isso pra mim foi essencial, pois mostra porque tal personagem é daquela maneira. Por exemplo, a Taiga tem um personalidade terrível, muito mal educada, explosiva e violenta. Ao passar da série, você consegue compreender um pouco porque ela é assim. O background familiar dela é um tanto conturbado. A mesma coisa com Ryuji e os outros. Os elementos que formam cada personalidade é mostrado aos poucos e é o que mais me encantou na série. A construção psicológica das pessoas. Não fica só naquela comediazinha rasa que vemos em muitos animes.

E a série cresceu tanto, mas tanto, que nos últimos episódios, ela estava bem profunda, saindo do plot inicial de garotinhos de ensino médio que gosta de fulaninho ou sicraninho. Vai pra resolução de problemas psicológicos e familiares e relações interpessoais que achei muito incrível. E chegou um momento que eu não conseguia parar de chorar nessa série!! Poxa, tô vendo comédia e tô chorando que nem uma desgramada? Tem algo errado nisso aí! HAHAHA Sério, essa série fica muito, mas muito boa.

É uma coisa meio boba, mas vocês sabem que muitas comédias românticas japonesas, o contato carnal mais forte que os casais acabam tendo é um abraço ou pegar na mãozinha. Fiquei muito feliz que em um momento da série, o casal finalmente se beija. Fico maluca com estas comédias românticas que o casal tá praticamente casado e não rola nem um bitoquinha.


Indico demais essa série. Quem tiver a fim de sentir o coração apertar um pouquinho, rindo e chorando, tudo ao mesmo tempo, começa a assistir essa série agora.

Dá pra ver pelo CrunchyRoll aqui.

E aí, gostaram? Tem alguma indicação de série aí? Conta pra mim!

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Sabonete Copaíba, Murumuru e Eucalipto da Fefa Pimenta

Oi, gente!

A marca da Fefa Pimenta, uma colega do grupo de Facebook Projeto Beleza Saudável, criada pela Yumi, do blog com o mesmo nome, criou há algum tempo sua própria saboaria. Queria muito testar e agora tive a oportunidade. Fiz uma compra com 8 sabonetes, sendo que a maioria deles são shampoos sólidos - outro produto que queria muito experimentar.

O primeiro sabonete que abri foi o de copaíba, murumuru e eucalipto.

Os sabonete vem nessa embalagem bem rústica, que lembra saquinho de comprar pão. Nela vem algumas informações da marca (site, redes sociais e contato por e-mail), seu peso de 130 g e outros dados interessantes pra quem se preocupa com o meio ambiente.
Após abrir o saquinho, o sabonete é embrulhado cuidadosamente em um papel fino e contém os ingredientes usados, que são todos excelente para a pele.

Eu cortei o sabonete ao meio, uma metade para usar no corpo e outra, no rosto. O sabonete tem uma textura extremamente macia, muito fácil de cortar com a faca. Sabonetes bem macios tendem a "derreter" mais fácil, então tenham uma saboneteira que escorra a água para uma maior durabilidade do produto.


O perfume desse sabonete é bem interessante. Me lembra produtos masculinos. Tem um cheiro meio amadeirado, cítrico e refrescante. Nada melhor que tomar um banho bem geladinho neste calorão e ter esse cheirinho maravilhoso na pele. E o cheiro não é super forte, é bem suave, Sou uma pessoa extremamente sensível a cheiros fortes por causa da rinite alérgica então tenho propriedade pra falar.

Gostei muito do sabonete, aprovadíssimo. Vocês podem encontrar os sabonetes da Fefa em sua loja virtual. Não sei se vocês encontrarão esse sabonete que eu resenhei, porque ela faz levas de sabonetes diferentes de tempos em tempos, mas em algum momento ele volta de novo, Só ficar ligado nas redes sociais dela.

Beijos a todos!

domingo, 13 de setembro de 2015

Dica Otaku - Ore Monogatari!! - My Love Story!!

Oi, gente!

Eu já assisto anime há muito tempo e vou dizer que, em meio a tantos e tantas opções de anime, nem sempre é fácil achar bons animes de verdade. Tem que separar o joio do trigo. É tanto clichê, tanta história repetida e mais do mesmo que quando surge um anime com uma proposta diferente, me sinto extremamente feliz e aliviada que ainda tenha boas histórias sendo criadas nesta indústria. E é por isso que vou falar hoje de Ore Monogatari ou My Love Story.


Essa é a história de Takeo Gouda, aluno do primeiro ano do Ensino Médio que é aquele cara que não tem a aparência física mais bela do mundo, mas compensa em extrema simpatia, além de ser alto. MUITO alto. Mas muito alto mesmo. Como todo garoto adolescente não provido de beleza, ele já foi muito rejeitado por garotas que ele gostava e, tristemente, já estava até acostumado com a situação. Em contrapartida, temos seu melhor amigo, Makoto Sunakawa, que é praticamente todo o oposto de Takeo: bonitão, muito discreto e na dele e com muitas garotas caindo de amores por ele.

Um dia, voltando pra casa de metrô, Takeo e Suna (como ele é chamado no anime), se deparam com a cena nojenta de um tarado assediando uma garota, que estava em pânico e em choque pela situação, sem saber o que fazer. Takeo imediatamente vai pra cima do tarado e o imobiliza facilmente e o leva pra polícia, juntamente com a garota e seu amigo Suna.

Com a situação resolvida, a garota, Rinko Yamato, está muito feliz e agradecida pelo ocorrido e promete trazer em agradecimento, docinhos feitos por ela, que tem uma mão cheia para doces.

Ao se encontrarem novamente pra conversarem e comerem os docinhos, Takeo já está apaixonado por Yamato, mas ele acha que ela gosta de Suna, o que é muito comum, já que todas as menininhas se apaixonam pelo bonitão. Mas não, meus queridos, não é pelo Suna que Yamato está dando mole (e ela dá MUITO mole). Só que o Takeo já está tão traumatizado e acostumado a ser dispensado pelas garotas bonitas que se apaixona, e na cabeça dele, Yamato só pode estar apaixonada por Suna e não por ele.

Isso tudo  já acontece no 2º episódio e vou dizer que já estava achando que iria ser aquela enrolação sem fim de anime de romance só pra rolar uma declaração e quase já larguei o anime de mão. Sério, estou muito cansada de clichês de todos os gêneros no anime.

E foi com um respiro de alívio e de surpresa que, não! O anime não vai ser essa enrolação toda! Essa parte eu não sei se pode ser considerada spoiler ou não, já que acontece logo no 3º episódio. Mas fica já de aviso. Suna, que é bem mais observador que seu amigo Takeo, já tinha sacado que Yamato gostava de Takeo, que simplesmente não conseguia perceber isso. Então Suna armou uma situação no qual Takeo estava escondido no quarto do amigo e chamou a Yamato para conversar. Nesta conversa Suna conseguiu arrancar uma declaração de amor de Yamato para Takeo. Só ouvindo a declaração para Takeo conseguir acreditar que uma menina bonita e delicada fosse gostar de verdade do gigante esquisitão. E assim, eles começam a namorar!

Sim, eles ficam juntos já no terceiro episódio. E o anime agora vai focar na relação dos dois, que são extremamente tímidos e não sacam nada de namoro. E descobre-se também que Takeo tem mais admiradoras do que ele imagina.

Esse anime é do estilo que mais adoro, slice of life, que mostra também algumas situações do dia-a-dia, que muita gente já viveu ou vai viver um dia. É muito gostosinho assistir esse anime, pois é bem engraçado e você torce muito pelo casal.

cosplay PERFEITO de Ore Monogatari

Recomendo demais que assistam esse anime. É muito divertido, leve e sai um pouco daqueles "romances" japoneses que ficam quase que eternamente platônicos, sem ninguém se declarar pra ninguém e fica naquele chove-não-molha interminável.

E aí, gostaram? Já assistiram? Qual anime de romance te deixa maluca de frustração? Conta aí!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...